Músicos

Beatriz Martins

Clarinetista

WhatsApp Image 2021-12-20 at 19.16.46.jpeg

Ana Beatriz Varela Martins iniciou o seu estudo ao clarinete no ano de 2006, na Escola de Música da Filarmónica de Santa Comba Dão, com os professores David Machado e Sérgio Neves. No ano de 2008 foi admitida na classe de clarinete, orientada pelo professor Sérgio Neves, no Conservatório de Música e Artes do Dão. 

Concluiu o seu 5º grau na classe do professor David Machado, sendo anteriormente aluna da classe do professor

Sérgio Neves. Prosseguiu os seus estudos musicais no Curso Profissional de Instrumentista de Sopro e Percussão, com os professores David Machado, Sérgio Neves e Edgar Silva, obtendo como nota final de clarinete 18 valores.

No ano de 2016 ingressou na Universidade de Évora, no curso de Música, variante Clarinete, onde trabalhou com o professor Luís Gomes. Em junho de 2019, terminou a Licenciatura, com nota de recital de 18 valores. No ano de 2019, ingressou no Mestrado em Ensino da Música, variante Clarinete, na Universidade de Évora, onde atualmente se encontra a terminar o estágio, na Escola Artística de Música do Conservatório Nacional, com o professor Luís Gomes, tendo como orientadora de Relatório de Estágio a Professora Doutora Ana Maria Santos.

No ano de 2010 participou no Concurso Jovens Talentos Musicais, onde foi finalista. No ano de 2014 participou no Concurso Internacional de Instrumentos Sopro “ Terras De La Salette”, sendo selecionada para a final. Nos anos de 2014, 2015 e 2016, participou no Concurso Solistas Fundação Lapa do Lobo, onde ficou apurada para um estágio com a Orquestra Filarmonia Das Beiras. No ano de 2015, apresentou-se também com a Orquestra Clássica do Centro.

No ano de 2016, no mês de abril, apresentou-se com o quarteto de clarinetes do Conservatório de Música e Artes do Dão nos “Dias da Música de Belém”. Em Setembro do mesmo ano, esteve presente num estágio de orquestra no CMAD (Conservatório de Música e Artes do Dão), sob a direção do professor António Saiote.

No ano de 2017, no mês de outubro apresentou-se na semifinal do “13th Internacional Clarinet Competition “Saverio Mercadante”. No ano de 2018, apresentou-se no Concurso Tenerife Clarinet Fest.

Trabalhou em master classes de clarinete com os professores: João Moreira, Catarina Almeida, Luis Carvalho, Cândida Oliveira, Étienne Lamaison, Vítor Matos, Justo Sanz, Marie Barriere, Luis Gomes, Sérgio Neves, Hugo Queirós, Nuno Pinto, José Ricardo Freitas, Luís Santos, Carlos Alves, Juan Ferrer, Nicolax Cox, Camilo Irizo, Radovan Cavallin, Nicolas Baldeyrou e António Saiote.

No ano de 2019, do mês de setembro, orientou uma Masterclass ZUŠ Levice, na Eslováquia.

É membro fundador do Ensemble de Clarinetes do Dão, com o qual se apresentou no festival “Dias da Música 2011” e no festival “Dias da Música 2016” com Quarteto de Clarinetes do Conservatório de Música e Artes do Dão, no Cento Cultural de Belém e “Dias de Clarinete” no Europarque. É membro da Filarmónica de Santa Comba Dão desde o ano de 2007, onde teve a oportunidade de trabalhar com vários maestros, como Sérgio Neves, Nuno Figueiredo, Ricardo Gonçalves, Samuel Pascoal, Cláudio Ferreira e Leandro Alves. Fez parte do projeto musical, Quinteto de Sopros, no ano de 2012/2013 sob a orientação do professor Marco Costa. Ao longo do tempo que frequentou o Conservatório de Música e Artes do Dão, participou na Orquestra de Sopros e na Orquestra Sinfónica, onde pôde trabalhar com os maestros Pedro Tavares, Ricardo Gonçalves e Mário Cruz. Colabora na organização do “ Festival de Clarinetes do Dão”.

É membro fundador do Ensemble de Clarinetes do Dão, com o qual se apresentou no festival “Dias da Música 2011” e no festival “Dias da Música 2016” com Quarteto de Clarinetes do Conservatório de Música e Artes do Dão, no Cento Cultural de Belém e “Dias de Clarinete” no Europarque. É membro da Filarmónica de Santa Comba Dão desde o ano de 2007, onde teve a oportunidade de trabalhar com vários maestros, como Sérgio Neves, Nuno Figueiredo, Ricardo Gonçalves, Samuel Pascoal, Cláudio Ferreira e Leandro Alves. Fez parte do projeto musical, Quinteto de Sopros, no ano de 2012/2013 sob a orientação do professor Marco Costa. Ao longo do tempo que frequentou o Conservatório de Música e Artes do Dão, participou na Orquestra de Sopros e na Orquestra Sinfónica, onde pôde trabalhar com os maestros Pedro Tavares, Ricardo Gonçalves e Mário Cruz. Colabora na organização do “ Festival de Clarinetes do Dão”.

É membro do Quarteto de Clarinetes, “Quarteto Ma Non Troppo”.